"Le Promeneur Solitaire"

terça-feira, 23 de abril de 2013

Carta de falso espião judeu e correspondência de J.-J. Rousseau vão a leilão



Alfred Dreyfus - Carta de falso espião judeu vai a leilão
http://www.noticiasaominuto.com
17 de abril de 2013

"Uma carta escrita na prisão por Alfred Dreyfus, o capitão judeu do exército francês, cuja destituição há mais de um século, com base em acusações forjadas de espionagem, provocou uma crise nacional em França, vai ser leiloada em Paris.


Dirigida ao ministro do Interior, em 1895, um mês depois de Dreyfus ter sido condenado por traição, a carta será vendida pela Sotheby’s, no dia 29 de maio, e deverá render entre 100.000 e 150.000 euros, informou a leiloeira num comunicado.

Dreyfus (1859-1935), judeu da Alsácia, região do leste de França, na altura ocupada pela Alemanha, foi considerado culpado de, em 1894, passar informação secreta ao adido militar alemão em Paris e condenado a prisão perpétua na colónia penal da Ilha do Diabo, na Guiana francesa.

'Fui condenado pelo crime mais infame que um soldado pode cometer e sou inocente (…) Não venho pedir, senhor ministro, nem graça, nem misericórdia, mas apenas justiça', escreveu Dreyfus.

Em 1898, o escritor Émile Zola publicou a sua famosa carta “Eu acuso”, dirigida ao presidente, nomeando os oficiais que conspiraram contra Dreyfus. No ano seguinte este foi trazido para um segundo julgamento e depois perdoado oficialmente, embora não tenha sido absolvido das acusações.

O erro judicial deu origem a uma crise política, durante a qual a opinião pública francesa se dividiu em dois grupos inimigos, num contexto de um crescente anti-semitismo.

Dreyfus apenas foi totalmente reabilitado a 12 de Julho de 1906, quando o Supremo Tribunal de Justiça anulou a sentença original.

Entre os 149 lotes em leilão, encontra-se igualmente correspondência de Jean-Jacques Rousseau dirigida à inspiradora da personagem principal de “A Nova Heloísa”, senhora de Houdetot (entre os 250.000 e os 350.000 euros), e 61 cartas em que Voltaire descreve a sua vida quotidiana durante os seus últimos 23 anos (100.000 a 150.000 euros)."




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...